Células solares são fabricadas na forma de fios

Publicado por: Em: 12/12/2012

O primeiro metro da fibra óptica solar, capaz de gerar eletricidade. No centro, uma seção da fibra, mostrando as camadas de semicondutor que formam as células solares.

Fibra óptica solar

O anúncio de que as fibras ópticas, usadas para transmitir dados, poderiam elas próprias ganhar poder de processamento causou rebuliço na indústria no início deste ano.

Os “computadores em um fio” ainda não chegaram, mas agora a equipe mostrou agora que seu princípio é realmente promissor, funcionando muito bem em aplicações práticas.

E, mais do que isso, que as fibras ópticas poderão ser importantes não apenas no processamento de dados, mas também no aproveitamento da energia solar.

Tecidos solares

A equipe do Dr. John Badding incorporou células solares no interior de fibras ópticas.

E não apenas uma ou duas, mas um conjunto de células solares que se estende por toda a extensão de fibras ópticas com vários metros de comprimento.

Isso abre a possibilidade de tecer essas células solares em formato de fios para criar “tecidos solares”, painéis solares flexíveis que poderão ser dispostos sobre superfícies de qualquer formato.

Célula solar em fios

Tecidos solares: células solares fabricadas na forma de fios

As células fotovoltaicas tradicionais são feitas de silício, assim como as fibras ópticas e os componentes eletrônicos que formam os chips.

É claro que células solares são componentes mais simples do que os transistores, e só precisam ser ligadas em série ou em paralelo para liberar a eletricidade que produzem – foi por isso os pesquisadores resolveram começar por elas.

A boa notícia é que o experimento rendeu novas possibilidades de aplicações.

“Células solares no interior de fibras ópticas permitirão configurações flexíveis ou em estruturas tecidas que serão portáteis, dobráveis e até mesmo poderão ser vestidas,” disse Badding.

A flexibilidade de formato permitirá, por exemplo, a integração dos painéis solares em dispositivos móveis para recarregar continuamente suas baterias.

Para o futuro, o objetivo do grupo é evitar a problemática conexão entre as fibras ópticas e os circuitos eletrônicos. Para isso, eles planejam integrar circuitos eletrônicos completos dentro das próprias fibras.

 

Fonte: Inovação Tecnológica

Leave a Reply