Artigo – Uma interrogação no futuro das hidrelétricas

Publicado por: Em: 13/08/2010

Artigo
Autoria: Prof. Dr. Antônio Flavio Licarião Nogueira – DEE/UDESC Joinville

As hidrelétricas produzem 20% da energia elétrica consumida no mundo. Em mais de 60 países, os aproveitamentos hidrelétricos representam a principal fonte de geração de energia; a construção de usinas de grande porte continua a todo vapor, principalmente na China, Índia e Brasil. No entanto, as flutuações climáticas colocam uma interrogação no futuro da hidrogeração.

Mundo afora, as turbinas de algumas hidrelétricas já se encontram fora de operação, pois a água dos reservatórios está abaixo do nível crítico. A redução na vazão dos rios já atinge países como Quênia, Filipinas e Venezuela, que vêm sofrendo “apagões” periódicos, e tendo que impor racionamento de energia elétrica à população.

Pesquisadores da Universidade de Ciência e Tecnologia da Noruega fizeram previsões para a vazão dos rios de todo o mundo, ao longo dos próximos 40 anos. No estudo, foram utilizados doze modelos climáticos. Os resultados apontam para um aumento na capacidade de produção das hidrelétricas no Norte da Europa, África Oriental e Sudeste da Ásia. Já as regiões de baixa e média latitude devem ser afetadas por uma redução na vazão de seus rios e, consequentemente, na produção de suas hidrelétricas.

No mapa de projeções recentemente publicado na revista IEEE Spectrum(1), o Brasil aparece entre os países que, hoje, apresentam uma grande dependência da energia produzida em suas hidrelétricas. Algumas regiões do país serão afetadas pela redução da vazão de seus rios.

Referências
[1] IEEE Spectrum, vol. 47, no 6 (INT), junho de 2010, p. 33.

Leia mais: http://spectrum.ieee.org/hydropower

Fonte: http://www.joinville.udesc.br/portal/noticias/index.php?id=3506&pg=1

Leave a Reply